image description

Conhecendo os tipos de pavimentação

Hoje vamos falar sobre os tipos de pavimentação.

Pavimentar consiste em sobrepor camadas na base horizontal, assim elevando a durabilidade e facilitando o tráfego de veículos e pedestres.

As pavimentações podem ser flexíveis, semirrígidas ou rígidas.

Antes de escolher um tipo de pavimentação, se faz necessário conhecer um pouco sobre cada um deles.

A pavimentação flexível é constituída de bases granulares e revestimento asfáltico, ela acaba por ir se moldando conforme a carga exercida sobre ela, se adaptando as deformações naturais do terreno.

A pavimentação semirrígida tem uma base cimentada e revestimento flexível (asfalto), apresentando um nível de deformação intermediário, superior à deformação da pavimentação flexível, e inferior à deformação da do tipo rígido, que falaremos a seguir.

A pavimentação rígida é constituída de placas de concreto, e é o tipo de pavimentação que apresenta as menores exigências de manutenção, pois não deforma e é o tipo que menos se degrada com o uso.

Não existe uma regra de qual tipo de pavimentos deve ser utilizado, seja nas vias urbanas ou nas estradas. Então, entre outros aspectos, deve-se considerar principalmente as características geotécnicas e geométricas.

Por exigir menores investimentos para a execução, o pavimento flexível (asfalto) acaba sendo a alternativa em grande parte das situações, além do mais,    esse tipo de pavimento traz uma maior facilidade de manutenção, já que permite a restauração apenas no local afetado. Se a pavimentação for bem projetada e também bem executada, é capaz de suportar adequadamente o tráfego de uma via pública, mesmo sendo necessário reparos frequentes. E, caso seja necessária uma remoção total, esse material poderá ser reciclado.

Em vias onde o tráfego de veículos pesados é maior e que, portanto, está mais sujeita a deformações, o mais indicado seria a pavimentação semirrígida. Pois, o custo de execução é menor do que do tipo rígido, assim como também apresenta maior facilidade de implantação e de manutenção se comparada ao rígido. E, além do mais, a pavimentação semirrígida também permite a reciclagem.

Já a pavimentação do tipo rígido, é a solução para locais com grandes cargas estáticas e pontos de frenagem. Possui alta resistência à ação de combustíveis e óleos liberados pelos veículos. Esse tipo de pavimentação possui os custos mais elevados de implantação e não possibilita a manutenção, portanto em caso de problemas, toda a placa de concreto deverá ser substituída. Caso seja necessária essa remoção, o material deve ser descartado adequadamente, pois uma vez que o concreto estará misturado com óleo e graxa, não poderá ser reciclado.

Agora que você já conhece os tipos de pavimentos, escolha muito bem a empresa que lhe atenderá antes de iniciar a execução do seu projeto, escolha quem trabalha com materiais de qualidade e profissionais capacitados!

 

 

0 comentário(s)

Envie seu comentário